Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Trinta por uma linha

Capítulo II - Saber Ceder

 

 

couples_4-1024x605.jpg

Uma das coisas mais importantes no dia-a-dia de um casal é a capacidade que cada um dos seus membros tem para abdicar do que até gosta de fazer, em prol de algo mais importante. Todos nós temos as nossas rotinas e sabemos que toda e qualquer mudança num hábito que esteja enraizado vai mexer connosco. No entanto, quando sabemos que essa mudança é para garantir a estabilidade que existe no casal e a felicidade de quem temos ao nosso lado, torna-se mais fácil de mudar. Desde relacionamentos no seu início, até relações mais sérias, todos nós nos deparamos com esse tipo de situações. No entanto, é depois do casamento, quando começamos a partilhar o mesmo espaço que mais se nota a quantidade de coisas que têm de mudar no nosso dia-a-dia. Pode custar um pouco no início, mas se refletirmos sobre o assunto e pensarmos em quais são as nossas prioridades, aquilo que é realmente importante para nós, ganhamos uma nova perspetiva do assunto e, quando amamos realmente, até temos um certo gosto em demostrar a quem vive connosco que não nos importamos de mudar por eles. É mais uma prova de amor que lhes estamos a dar.

Por outro lado, se é importante ceder, é fundamental que não seja sempre o mesmo lado a abdicar do que gosta de fazer, sendo que se isso acontecer, mais tarde ou mais cedo, o lado que cede vai questionar por que razão tem de ser sempre ele a mudar. No fundo, há que encontrar um equilíbrio para que a existência em comum seja agradável e frutífera para os dois, pois só assim haverá harmonia, só assim cada um dos lados apreciará o que o outro faz por ele e isso fortalecerá a relação.

 

Este post faz parte da rubrica Celebração do dia de São Valentim

Mais sobre mim

foto do autor

Categorias

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D